Não patrocine massacres. Boicote produtos israelenses.

Não patrocine massacres. Boicote produtos israelenses.

sábado, 10 de janeiro de 2009

Matéria safada da Globo, pra variar.


O Dilema de Israel
Após duas semanas de operação militar e cerca de 800 mortes, Israel ganhou um problema em Gaza: não quer uma ocupação custosa, não aceita deixar o Hamas no poder e não tem como escolher outros líderes para os palestinos

Por Juliano Machado. Com reportagem de José Antonio Lima


Como sempre a mídia coloca Israel como vítima. Além promover uma matança (mais de 800 pessoas,entre elas, mais de 250 crianças), de ocupar e usurpar o território que não é seu, de ser condenado pela ONU (essa farsa que não tem representtividade nenhuma), de minar a economia palestina com embargos estúpidos que não permite a entrada de coisas básicas, de ininterruptamente humilhar os palestinos com os "check point's", de obrigar seus habitantes - em sua maioria conivente - a servir o exército...Israel tem gastado muito com as ocupações, com os ataques e, naturalmente passa por um dilema.
Já os palestinos estão numa boa em meio aos escombros, contando suas vítimas, felizes com o terror das bombas, com o choro de suas crianças, com os feridos nos hospitais sem atendimento, estão em paz com a falta de comida e medicamentos, não passam por nenhum dilema tendo suas casas demolidas, atirando pedras nos tanques de guerra, se esquivando de tiros. É, de fato, quem tem motivos para estar num dilema é o Estado de Israel, com suas vítimas do holocausto...

Um comentário:

Julio Anselmo disse...

é... to cansado dessa industria do HOlocausto que justifica de maneira irrisória toda a desgraça cometida pelo estado israelense e que sustenta essa noção de vítima !