Não patrocine massacres. Boicote produtos israelenses.

Não patrocine massacres. Boicote produtos israelenses.

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Assine a petição on line contra a Guerra

http://www.petitiononline.com/gaza2812/petition.html

3 comentários:

webjorsuperacao disse...

Caros, já estou seguindo este blog e cobro de vcs uma atuação emergencial, pois está havendo um massacre na Palestina que vem sendo denunciado de modo acanhado por parte da mídia. Há vários endereços que podem dar a dimensão disso, bem como vários jornalistas que tem discutido isso.
O blog Arrastão, de Portugal começo uma discussão que mostra a divisão clara de idéias, a partir da postagem !"Quem esta riscando quem do mapa"?. Por meio do Twitter vcs poderiam seguir o blog Gazatalk, bem como o consulado de Israel, que mostra suas versões: é preciso saber o que pensam ambos os lados para que vcs possam escrever com maior exatidão. O blog periodistas também tem oferecido muitas informações [http://periodistasenguerra.blogspot.com/2009/01/los-tres-reyes-magos.html], assim como o jornal O Público, de Portugal. Peguei e li agora a pouco um texto de Luis Weil, que penso ser judeu, mas o mesmo critica a censura israelesnse à cobertura da mídia: o texto é .
Outro é Robert Fisk, no Mídia Independente, a ´partir do original [http://goog_1231271092877/ ].
Mas há também o texto de André Deak em http://www.andredeak.com.br/2009/01/05/o-jornalismo-cego-e-o-estado-terrorista/
Pessoal, desculpas, mas se perseguirem tudo isso, por certo contribuirão muito!
abs
Parabéns
!!!!!
@_@
~~~

Anomalia disse...

Professor, agradecemos muito seu comentário e os links que mandou, usaremos todos. Contudo, como o sr. diz "é preciso saber o que pensam ambos os lados para que vcs possam escrever com maior exatidão", entendemos suas aspirações jornalísticas e tudo, mas a grande mídia não só divulga o ponto de vista israelense como deturpa o lado palestino, por isso batizamos o blog de Liberdade Palestina, essa história de ouvir ambos os lados, deve ser seguida em outro contexto. Antes mesmo da guerra Israel ocupava o território palestino, impunha barreiras, humilhava o povo, por isso achamos que não devemos "ouvir os dois lados". Israel só será "ouvido"quando desocupar o território palestino.

webjorsuperacao disse...

Caros da Liberdade Palestina, gostei da justificativa. Neste mundo é preciso posicionar-se.
Mas em nome do respeito à vida, espero que mesmmo só divulgando o olhar palestino, que não descartem ao menos a leitura de tudo o que puderem! Quando digo para ver os dois lados, não peço que concordem com eles.
O jornalista faz intervenção na sociedade e justamente por isso incomoda. Mas somente os especialistas conseguem ver o futuro —se é que se pode dizer isso—, ou seja, somehte quem se posiciona na montanha consegue ver o caminho, o horizonte e vislumbrar o céu!
Para provocá-los, fiz questão de pedir que diminuissem o espaço de atualização, pois creio que a demandda de voces não é mais vossa, mas do povo que escolheram para falar!
Peguei a pouco uma notícia via Twitter do Noblat, que está na Globo, que mostra uma prática de guerra típica de chacina! Vejam:
http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2009/01/09/onu-israel-abriga-palestinos-na-faixa-de-gaza-depois-ataca-casa-588712949.asp