Não patrocine massacres. Boicote produtos israelenses.

Não patrocine massacres. Boicote produtos israelenses.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Islamofobia - vamos descontstruir essa mentalidade

Assista esse vídeo e fique à vontade para divulgá-lo.


Um comentário:

Anônimo disse...

Acho que essas acusaçoes sao feitas para uma naçao como o Brasil onde pessoas estao cheias de construçoes intelectuais superficiais colhidas de meios da midia (sobretudo programas humoristicos) e que perpetuam essa informaçao vaga como "forma de pensar". Essa atitude nao é sofrida somente por muçulmanos, mas também, como mostrado no video, para catolicos, judeus e eu estenderia isso para homosexuais, negros, mulheres, deficientes fisicos, etc. O dito respeito ao direito à pratica de uma religiao é legitimo da nossa cultura ocidental. Todos sao bemvindos à exercer e adorar a entidade sobrenatural que bem julgar ser existente. Porém o triste é mais uma vez querer perpetuar e estender essa crença -legitima no coraçao de quem crê, mas ficticia no que diz restpeito à realidade- através de uma propaganda que é claramente um argumento "ad misericordiam". As crianças têm o direito de ter contato com a realidade e a educaçao. As mulheres, na condiçao de ser humano, têm o direito de ter o poder e a autoridade sobre seu proprio corpo e conduta. Ter vergonha de seu proprio corpo é uma fantasia difundida e quase que cristalizada por muitas das religioes. Barrar o direito das pessoas de amar que quer que elas escolhem como objeto de seu amor (no seu sentido romantico, subentendo-se a mutualidade) com base nos seus livros antigos e praticas arcaicas e sem sentido é simplesmente ILEGITIMO e muitas vezes CRIMINOSO.
Minha mensagem para a pessoa que pôs o video na rede é a seguinte: PARE DE APELAR PARA A MISERICORDIA DOS OUTROS E TENTE JUSTIFICAR A SUA CRENÇA COM ARGUMENTOS CONVINCENTES E LOGICOS ( memo que eu acho que eles no seu caso sao dificieis de serem articulados). ARGUMENTOS AD MISERICORDIAM SAO FRACOS E MUITAS VEZES FALACIOSOS. Viva sua crença na tranquilidade daquele que crê. Se você se vê discriminado por exercer a sua religiao entao ponha-se no lugar daqueles que sao descriminados porque sao negros, mulheres, deficientes fisicos, ou simplesmente descriminados por amar alguém do mesmo sexo. Você tem a escolha de parar de acreditar em contos de fadas e mitos da idade do bronze. Essas pessoas nao podem deixar de ser o que elas sao por natureza.
NAO À SUPERFICIALIDADE. NAO À HIPOCRISIA. NAO AO PROSELITISMO.