Não patrocine massacres. Boicote produtos israelenses.

Não patrocine massacres. Boicote produtos israelenses.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Poema escrito por um palestino em situação de refúgio em Mogi das Cruzes

Esse poema demonstra a bondade e sensibilidade de um palestino,
a verdadeira imagem do povo palestino, longe da imagem distorcida
de terroristas passada por Israel a todo o mundo, com a criminosa intenção
de criar e alimentar o ódio dos ignorantes contra todo um povo pacífico,
honesto e íntegro que é o povo palestino.

ESFORÇA-TE, ANIMA-TE

Não entristeça ó filho da Palestina
O Brasil nos aceitou
Em seus lares nos abrigou

O Brasil, país abundante,
povo honesto e consciente,
sem racismo,
repleto de piedade e ternura.

A Arábia nos recusou,
de traição nos acusou.
Acusaram-nos por politicagem.
Alguns dizem terroristas.
Não quero falar de mim
Peço a Deus, o exaltado

Não se entristeça, ó filho da Palestina
Desafia-te o impossível.
Há um Deus e o Brasil
no colo nos tomou;
de sobre nós o mal tirou,
nos recebeu, pequenos e grandes.

Não possui balbuciantes
nem sectários religiosos.
Sua bondade maior prova.

No deserto nos jogaram,
por loucos nos chamaram,
assassinos e falangistas.
O amanhã trará as provas,
nada do que me afligir.

O Brasil continua honrado.
Há um Deus, é o Brasil.

Um comentário:

Rogerio Silva curumim.sc@gmail.com disse...

Tem como disponibilizar as fotos dos Palestinos mortos e demais fotos que postou do lado direito do seu blog?